segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Amar não é pra qualquer um..


Amar não é pra qualquer um. Amar exige tempo, exige abrir mão, exige dedicação. E nem sempre se quer doar tempo, abrir mão e se dedicar a outra pessoa. Há pessoas que simplesmente não sabem amar – ou não querem amar. Acham amor um fardo muito grande, pesado, sofrido e arriscado demais.

Mas como na vida o livre arbítrio é sempre defendido – mesmo que nem sempre, respeitado – me reservo o direito de dizer que acho que a vida vale muito mais a pena quando existe amor. Amor daqueles quentinhos, de aconchego, de conforto. Sou uma viciada em amor. Amo pessoas que nem conheço. Amo cachorros quando olho dentro daqueles olhinhos. Amo plantas, quando relembro o milagre que elas são. Amo, porque sou viciada nos efeitos que só um amor, daqueles bem profundos, propiciam. Já cai, chorei, morri de dor por amores. Mas, no final, sempre achei que o sofrimento valeu a pena. Obviamente, não no calor da dor – naqueles dias em que se acha que tudo está acabado e quando o próximo sorriso parece ser a coisa mais utópica do mundo. Mas ele sempre vem. E, junto com o retorno do sorriso, vem sempre a vontade de amar de novo – porque, quem sente uma vez, dificilmente consegue largar o vício. E nada mais gostoso do que olhar o amor e dizer eu o conquistei, pois amores não veem prontos e nem embrulhados como presentes,tem que se moldar,e as poucos quando a gente vêe, ele está lindo e pronto..


Trecho do Texto, O Casal sem Vergonha

Um comentário:

  1. Olá querida!!!

    Venho convidar, para mais um SORTEIO no meu blog, será de BRIGADEIROS GOURMET...

    Espero você lá!!!

    LINK: http://tatidesignercake.blogspot.com/2011/10/sorteio-brigadeiro-gourmet.html


    www.tatidesignercake.blogspot.com

    ResponderExcluir